Projecto de Reabilitação da Escola Secundária de Amarante

No passado dia 8 de Fevereiro (terça-feira) ocorreu no auditório da Casa da Portela em Amarante, a apresentação do projecto de reabilitação da Escola Secundária de Amarante. Estiveram presentes o Presidente da Câmara Municipal Dr. Armindo Abreu, o Director da Escola Eng.º Fernando Sampaio, o responsável da empresa "Parque Escolar" Eng.º Luís Martins, o Arquitecto Responsável pelo projecto Orlando Sá e ainda o Presidente da Associação de Pais e funcionários da escola.


Director da Escola Eng.º Fernando Sampaio
 Segundo as palavras do Director da escola os melhoramentos serão mais evidentes ao nível de instalações técnicas e oficinas, que na sua opinião são de extrema importância para melhor servir a população no período de aulas e fora do período das mesmas.


Frisou que pretende que "as obras decorram sem que haja nenhum acidente ou incidente e que a organização de toda a escola vai ser feita em função das obras".


Referiu que "numa primeira fase das obras, a escola até apresentará melhores condições comparadas com as actuais, devido á existência de monoblocos com ar condicionado que irão assegurar o perfeito funcionamento das aulas e que serão muito relevantes na época de exames em que os alunos irão poder realizar os exames num ambiente fresco e agradável".


Concluiu o seu discurso dizendo que ao contrário do que algumas pessoas têm dito nestas últimas semanas, "a escola está preparada e reúne todas as condições necessárias para a realização das obras".


Responsável da empresa "Parque Escolar " Eng.º Luís Martins
De acordo com as declarações do Eng.º Luís Martins a reabilitação vai ser feita ao nível das acessibilidades, da segurança contra incêndios, dos isolamentos térmicos e acústicos e da iluminação.


Vai ser assegurada uma maior segurança na utilização, substituindo assim o vidro simples existente nos envidraçados por vidros temperados e laminados com maior resistência.


Os resultados desta obra serão laboratórios adequados e em número suficiente, refeitório melhorado, uma banca retráctil, elevadores e um sistema de ventilação que não existia e que com ele se irá conseguir obter uma melhor qualidade do ar.


Este projecto terá um custo de 12 milhões de euros, que ascenderá aos 15 milhões de Euros com a instalação de equipamentos, como é o caso dos elevadores e de um sistema de ventilação adequado.


Arquitecto Orlando Sá
O arquitecto fez uma apresentação de todas as peças desenhadas que fazem parte desta reabilitação focando as principais alterações e vantagens das mesmas.


Deu muita relevância á questão da entrada da escola ser deslocada dos serviços administrativos, pelo que foi de grande necessidade a criação de outra entrada que pudesse servir melhor os alunos e funcionários no que diz respeito á prestação de serviços.


Deu extrema importância á reorganização dos edifícios tornando desta forma a escola num espaço único sem que fosse tão notório o distanciamento entre os edifícios de aulas e os edifícios que acolhem os serviços.


Referiu a existência de um estacionamento interior e de um agradável espaço de lazer que estará ao inteiro dispor dos alunos.

 

Fotos do evento: http://www.vilameaonline.com/multimedia/s/fotos/g/12.html

Publicidade