Feira das Papas: mais de um milhar de forasteiros subiu a Ôlo

No fim-de-semana de 5 e 6 de Março, mais de um milhar de forasteiros tomaram o caminho de Ôlo para degustarem um dos mais genuínos e tradicionais menus daquela freguesia: papas. A opção fazia-se entre papas de sarrabulho, de couve ou de nabos, às quais podia acrescentar-se outras opções da "ementa", como os fumeiros, o presunto ou os bolinhos de bacalhau.

A Feira das Papas de Ôlo assenta nas tradições locais, marcadas por uma grande ruralidade e por actividades associadas aos trabalhos do campo e da floresta, a exigirem mão-de-obra bem alimentada e possante. O evento acontece, desde há cinco anos, no fim-de-semana imediatamente antes do Carnaval, marcado, também, por particularidades gastronómicas, baseadas na matança do porco e no aproveitamento das suas carnes.

Paralelamente à Feira das Papas, organizada pela Junta de Freguesia, decorreu uma exposição/venda de produtos locais, designadamente enchidos e fumeiros, mel, compotas e artesanato.

Publicidade